Um novo conceito em Blog Literário!

Espaço dedicado à divulgação de autores brasileiros, além de matérias e dicas sobre Literatura.
Contato: literaria15@gmail.com

Busca do Literária 15

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Do tipo Neologista

Não sei se você conhecia bem este termo neologista, ou neologismo. Mas com certeza você já se deparou em muitos textos com palavras que, dentro do enredo, tomaram novos sentidos, ou ainda palavras que foram inventadas.
É justamente isso o neologismo. Às vezes nos prendemos em “classicismos” dentro da literatura e nos esquecemos de inovar nossos textos, deixando assim de dar-lhes um ar moderno, ou ainda criar um estilo.
E um ponto muito importante é o estilo do autor, ainda que o escritor seja eclético quanto aos gêneros e a narrativa, muitos são verdadeiros camaleões no modo de se expressar, tendo assim, um estilo quase indefinível. Tudo vale! Não é necessário que você só escreva sobre um determinado assunto, ou dentro de um gênero. Há quem escreva também ficção e não-ficção. A arte de escrever é totalmente livre, até a incoerência é permitida, mudar de ideia não é errado ao longo da vida, nem da carreira. E usar, ou inventar, palavras novas, pode levá-lo a criar um estilo que o identifique sempre que um texto seu for lido, como também abrir um leque de possibilidades para você expandir sua imaginação. Pode libertá-lo de rótulos, ajudá-lo a revolucionar a sua própria escrita e quem sabe a Literatura Contemporânea.
Muitos gênios se destacaram justamente por desafiar padrões, não se limite! Não pense que escrever errado é “errado”. Experimente a licença poética, retrate a realidade com gírias e erros comuns no dia-a-dia dentro da ficção.
Eis uma palavra que combina com neologismo, inovação. Experimente essa liberdade de inventar e reinventar. Quem sabe você não se apaixone por essa possibilidade.

Sucesso!
Luís Delgado