Um novo conceito em Blog Literário!

Espaço dedicado à divulgação de autores brasileiros, além de matérias e dicas sobre Literatura.
Contato: literaria15@gmail.com

Busca do Literária 15

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Simone O. Marques

No Literária 15 do mês de abril começo recebendo a escritora Simone O. Marques, uma grande amiga. Uma grande autora, com diversas obras publicadas entre contos, romances, antologias e até trilogias. Seu estilo marcante é recheado de toques místicos, que nos levam a passear pela cultura celta, mas essa é apenas uma de suas faces literárias. Em sua carreira também encontramos tramas envolvendo o fantástico mundo do vampirismo e também dimensões paralelas.

Sim, ela criou um estilo que atraiu leitores na internet que a acompanham e interagem profundamente com suas histórias. Uma escritora que vem conquistando espaço a cada dia com um estilo próprio e respeitável, um nome forte na literatura de nosso tempo.

Você escreveu uma brilhante trilogia, A Saga Paganus, contendo os três livros Triskle, Tribo de Dana e Era de Aquário. Depois decidiu criar uma Gênese para explicar tudo. Como foi escrever um romance para falar sobre a origem de outros?
Foi realmente algo bem interessante, por que, na verdade, o Gênese Pagã foi concebido como um livro-divulgação. Ele foi escrito para conquistar os leitores para a trilogia. O livro foi postado totalmente no meu site na internet e conquistou muitos leitores e foi a pedido desses leitores que ele ganhou a versão impressa. Enquanto o Triskle, primeiro livro da trilogia, aguardava as ações do editor, o Gênese Pagã ganhou a vida em papel!
O mais interessante disso tudo foi a oportunidade de aprofundar ainda mais as pesquisas sobre a cultura celta e a descoberta de que ao norte em Portugal até hoje existem festas de inspiração celta!

Seus livros tem uma essência mística, celta. O que mudou na sua vida após o contato com esse mundo?
Posso dizer que mudou minha vida totalmente. Conhecer essa cultura fantástica foi apenas a ponta de um iceberg e na base dele descobri minhas próprias origens. Meus ancestrais são originários da região de Trás-os-montes, de uma vila marcada pela cultura celta, mas só descobri isso quando fui pesquisar para escrever o livro! A questão mística foi ainda mais impactante, pois o símbolo Triskle apareceu-me em um sonho e me motivou a descobrir se existia mesmo e a escrever toda a saga!

Seu livro “Agridoce” nasceu de um conto homônimo que ganhou muitos fãs. Como foi esse processo de transformar um conto em uma grande obra?
Incrível! Tive a oportunidade de contar uma história por completo, desenvolver a trama e construir mais detalhadamente os personagens. O Agridoce foi um dos exercícios mais deliciosos que resolvi fazer e tenho que agradecer novamente aos meus leitores, que foram os provocadores, pedindo para que o conto virasse livro!

Participando de várias antologias você teve contato com muitas editoras diferentes. Qual tem sido o resultado desse intercâmbio?
No mínimo, interessante. Começando pelo conhecimento sobre os diferentes tipos de trabalhos das editoras, desde a seleção do conto até o lançamento. E mais importante é o contato com diferentes autores novos e não tão novos no mercado literário! É uma troca muito rica, sem dúvida nenhuma!

Em Crônicas do Reino do Portal você conta a história de oito jovens em um universo diferente, lidando, entre outras coisas, com suas personalidades. Até que ponto, essas personalidades, mexeram com os leitores?
Puxa! Muito! E eu me encanto quando isso acontece! Meus leitores encaram as personalidades tomando sua defesa, atacando e colocando-se na história de forma maravilhosa! Eles questionam determinadas posturas dos personagens diante das situações, colocam suas expectativas quanto à forma de solucionar os problemas, brigam com outros personagens, criam teorias para o que virá... é fantástico! E é graças a essa interação com os leitores os personagens só crescem e ficam mais vivos do que nunca!

Tribo de Dana tem em, seus ambientes, cidades místicas do Brasil. São cidades fictícias, ou você teve contato real com esses lugares?
As cidades presentes no Tribo de Dana são fictícias, mas possuem sua versão real (rs). Fiz uma grande pesquisa sobre as cidades místicas no Brasil, sua localização, pontos que atraem os turistas e o que muitas delas oferecem neste sentido. Tracei um caminho virtual por estradas, pequenas cidades,campings, comunidades alternativas para levar os leitores até o destino dos personagens! Eu mesma pretendo fazer esse caminho um dia, de verdade!

Você acha que as grandes feiras literárias do Brasil tem dado o espaço necessário aos autores brasileiros, independente de gênero e de editora?
Grandes feiras literárias têm privilegiado os lançamentos internacionais e autores nacionais já consagrados. Esperemos que esse conceito e tratamento a novos autores um dia mude!





Saga Paganus

Segundo a análise da escritora Georgette Silen, “a Saga Paganus é uma verdadeira trama de letras, palavras e frases, aliadas com precisão literária a um enredo alucinante e cheio de vigor, que aprisiona o leitor até a última linha e nada deixa a desejar, em qualidade e força, comparada a obras de peso da literatura mundial.”

Uma saga que tem como personagens protagonistas e antagonistas, onipresentes e opressores, Deus e Deusa que decretam, em meio a toda trama, Sua guerra particular, manipulando títeres que se recusam a subserviência inexpressiva. Mortais que querem ditar o próprio destino, trilhar uma estrada aberta com seus próprios passos. Terem o direito de escolha. Com também há aqueles que trilham cegamente Suas instruções, sem pesar consequências ou medir seus atos.
A série nos faz questionar, entre outras coisas, os limites entre a fé cega, a razão, a vontade e o livre-arbítrio, esse último como algo que deveria ser parte intrínseca da vida dos homens. E, ao mesmo tempo, nos coloca diante de uma verdade que poucos querem cogitar: haverá somente um Deus, como prega a sociedade judaico-cristã? Existem outras Divindades? E qual é o Seu caráter?
Que motivações levam esses Seres, considerados como pilares da fé para milhões de pessoas, a travar verdadeira guerra no mundo terreno? Interferir, de forma direta e pouco “celestial”, nos destinos e escolhas dos homens?
E a quem recorrer, quando Eles estão aparentemente contra nós?

A Saga é iniciada pelo livro Gênese Pagã, que se passa em Portugal, no século XVII, envolve duas mulheres que são perseguidas como hereges pagãs e que têm uma missão muito importante a realizar. Percorrendo aldeias e enfrentando as imposições religiosas, as personagens caminham para um destino incerto e que prenunciam um futuro que se encontra em terras tupiniquins.
Composta ainda pelos livros Triskle, Tribo de Dana e Era de Aquário, a saga leva ao leitor a conhecer personagens intensos, complexos, apaixonantes, controversos, numa viagem que vai de São Paulo até o centro do Brasil. O cenário fantástico das paisagens genuinamente nacionais temperado pela fantástica cultura celta.

Os livros da Saga estão à venda no site da editora http://www.biblioteca24x7.com.br/ ou no site http://www.amazon.com/ ou ainda diretamente com a autora com um autógrafo e preços especiais, é só mandar um email: simone.odete@uol.com.br

Outras obras da autora Simone O. Marques

Com lançamento esperada ainda para o primeiro semestre de 2010, vem aí o livro de Vampiros: Agridoce, com uma história que vai levar muito sangue, terror e sensualidade aos fãs do gênero. O livro sairá pelo selo Spectrum da Editora Multifoco.

A escritora ainda tem contos em várias antologias: Draculea: o livro secreto dos vampiros (All print) com o conto “Aprender para Dominar”; Marcas na Parede (Andross) com o conto “Mas livrai-nos do mal”; Grimoire dos Vampiros (Literatta) com o conto “Tocaia”; Elas Escrevem (Andross) com o conto “A Górgona do Espelho” e estará no lançamento da antologia No mundo dos Cavaleiros e Dragões, em São Paulo no dia 10 de abril, participando com o conto “O ovo do Dragão”.

O que vem por aí:
A série de fantasia: Crônicas do Reino do Portal, que já teve dois volumes publicados na comunidade do livro na internet (O Enigma da Adormecida e O Lago de Fogo), além de um conto (O Lorde das Sombras) e está no terceiro volume (A Arena de Tártaro). A série deve ganhar publicação em papel ainda esse ano.

Visite o site da autora: http://simone.odete.sites.uol.com.br/

Veja o novo blog: http://simoneomarques.blogspot.com/

Conheça as comunidades dos livros na internet:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=58234505

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=47145161

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=55799702

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=87625372

Luís Delgado