Um novo conceito em Blog Literário!

Espaço dedicado à divulgação de autores brasileiros, além de matérias e dicas sobre Literatura.
Contato: literaria15@gmail.com

Busca do Literária 15

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Bruna Rafaele

No Literária 15 de hoje há uma inovação, a entrevista tem uma temática diferente, minha convidada trata-se uma brilhante colunista, minha grande amiga Bruna Rafaele. Apesar de a literatura estar fortemente presente em sua vida, inclusive na formação acadêmica, a autora, dentre inúmeras áreas em que trabalha, aliou seus conhecimentos linguísticos a uma linha terapêutica com extrema competência.

Seus textos de auto-ajuda ganharam grande repercussão na internet. Dotada de uma profunda capacidade de compreender os sentimentos humanos, consegue com uma linguagem maravilhosa tocar o íntimo do leitor e levá-lo a confrontar seus problemas, enxergar suas qualidades e perceber o próprio potencial renascendo para si mesmo.

Tive o prazer de conversar com Bruna muitas vezes, em alguns momentos profissionais e outros devido à nossa amizade. Isso mesmo, conversar, seus atendimentos pessoais ou on-line, palestras, workshops, tratam-se na essência de uma conversa, mas uma conversa que fala diretamente com a alma. Uma mulher inteligentíssima, com muito a oferecer, dona de um passado de admiráveis conquistas acadêmicas na área de Letras, como um de seus prêmios internacionais que falaremos a seguir. Uma brasileira que construiu um caminho de vitórias acreditando em si e dando o seu melhor. Orquestra palavras que encantam e transformam.

Comunicação e linguagem sempre foram assuntos muito estudados e pesquisados por Bruna Rafaele. Na UFRJ, cursou duas graduações e pela PUC-Rio conseguiu o título de Mestre em Estudos da Linguagem com um estudo culturalista sobre a afetividade na cultura brasileira e em que um foco particular ao contexto da família brasileira.

Em 2002, ganhou um prêmio num concurso de literatura realizado pelo Governo Francês sobre o escritor Victor Hugo. Além disso, com suas pesquisas na graduação e na pós-graduação recebeu bolsas de estudo do governo brasileiro (CAPES e CNPq).

Durante as graduações e a pós-graduação, realizou várias pesquisas sobre afetividade, comportamento humano, comunicação e linguagem que foram apresentadas em congressos nacionais e internacionais. É tradutora e intérprete poliglota, falante fluente de inglês, francês, italiano e espanhol. Dá palestras no exterior sobre os assuntos abordados em seus trabalhos. Trabalhou em instituições de ensino como UFRJ e PUC-Rio.

Em seus atendimentos presenciais e pela internet, aplica técnica de Coaching além de seus conhecimentos adquiridos em seus estudos universitários e também advindos da Metafísica. Publica seus artigos na Revista Personare.

Inicialmente, sua formação era direcionada à comunicação e linguagem. Que fator a levou a focar seus estudos em direção ao campo da afetividade?
Eu iniciei meus estudos na área da comunicação e linguagem e pude observar que toda informação que transmitimos é acompanhada de apreciação negativa ou positiva, o que me permitiu concluir que nunca somos neutros sobre um assunto quando nos exprimimos.

Desse modo, eu fui investigar teorias sobre linguagem que tecem um cruzamento com cultura, comportamento e afetividade e iniciei minhas pesquisas nesta linha analisando o comportamento dos alunos no aprendizado verificando a relação entre afetividade positiva e negativa.

Nestas investigações, encontrei muitas linhas de pesquisa que me fascinaram, como do linguista Brown e desde do início me interessei por encontrar uma maneira de ajudar as pessoas a melhor exprimir suas emoções e desejos através da linguagem falada, escrita e também a corporal.

Como você enxerga a Linguística como ferramenta de compreensão e transformação do comportamento humano?
Através de estudos feitos na área da linguística, nós podemos analisar e perceber muito melhor como acontece a comunicação. Assim, nós encontramos as ferramentas que nos possibilitam entender os motivos que nos levam a ter más compreenssões de mensagens e assim, podemos encontrar melhores estratégias para exprimir o que realmente desejamos passar para o interlocutor.

Conte-nos sobre sua experiência no concurso de literatura que conquistou em 2002, sobre Victor Hugo, realizado pelo Governo Francês.
Foi muito interessante e mágico ao mesmo tempo. Eu estava iniciando meus estudos na área da pesquisa e não tinha muitos conhecimentos sobre literatura. Então, optei por fazer um ensaio mostrando as relações entre a vida política de Victor Hugo e suas obras literárias.

Ter recebido o prêmio foi uma grande surpresa e ao mesmo tempo uma grande alegria que me motivaram e muito a continuar com minhas pesquisas e outra delas também foi premiada sobre o comportamento de alunos em sala de aula.

Através do prêmio também pude conhecer a Franca, país de meus ancestrais e um pouco da Bélgica também.

Suas incríveis pesquisas no ambiente universitário lhe renderam bolsas de estudo do governo brasileiro. As consideram satisfatórias para os estudantes? Acha que precisam ser revisadas?
Na época em que eu recebi as bolsas de estudo do governo brasileiro, tanto na graduação, quanto no mestrado, eu as considerava como um grande estímulo e também um reconhecimento dos meus esforços. Mas, infelizmente, o valor que ganhamos com essas bolsas é muito pouco e não permite que muitos bons estudantes pesquisadores tenham grande dedicação a seus estudos e assim, precisam suprir seus gastos com rendas extras, como eu mesma tive que fazer para conseguir concluir meus estudos.

Em seus trabalhos destacam-se três fortes prismas: Metafisica, Gestalt-Terapia e o Coaching. Como foi seu encontro com esses mundos? E como é uni-los num estilo, tanto literário quanto terapêutico?
Bom, ao estudar cultura e comportamento, eu encontrei muitos estudos que me levaram a entender como o ser humano está sempre ligado a algum tipo de conselheiro que oferece ajuda para resolver assuntos do quotidiano.
Sendo eles problemas ocasionados por comportamento inadequado e comunicação também.

Juntando as minhas pesquisas e o meu interesse em ajudar as pessoas a encontrar soluções práticas para o seu dia a dia, eu estudei muito técnicas que permitem conduzir meus clientes a fazerem reflexões sobre o problema que querem resolver e até mesmo encontrar novas estratégias para alcançarem seus objetivos de vida, sendo eles no campo afetivo e também no profissional.

Atualmente escreve, maravilhosamente, artigos para a Revista Personare. Pensa, ou algum dia imaginou, reuni-los num livro?
Sim, claro e hoje já estou a um passo de realizar esse desejo. Além dos artigos já publicados, eu estou inserindo outros também e sempre com o mesmo foco: fazer meus leitores refletirem sobre melhores maneiras de solucionarem seus problemas.

Em suas palestras e workshops, tanto no Brasil, quanto no exterior, você, obviamente, entrou em contato com indivíduos, cuja personalidade, se diferem pela cultura onde foram criados. Mesmo já sendo uma estudiosa de cultura brasileira, estas experiências mexeram com sua visão a respeito da postura do brasileiro frente a arte produzida em seu próprio país?
Foi bom você perguntar isso porque apesar de eu viver no Brasil, meu contato com estrangeiros sempre foi grande, pois também lecionei muito português para estrangeiros.

Essa minha experiência só me favoreceu para o trabalho que desenvolvo hoje em meus workshops e palestras nos quais eu trato de relações interculturais em ambiente profissional e afetivo ou seja, o cruzamento de culturas e comportamentos que ocorre cada vez mais no Brasil.




Vida Profissional,
por Bruna Rafaele

Coaching (atendimento individual on line ou presencial)

No Coaching, ofereço ao meu cliente uma orientação sobre as melhores estratégias para realizar seus objetivos, sejam eles da área afetiva ou da área profissional.

Através dos atendimentos, o cliente descobre seus verdadeiros objetivos e seus padrões de pensamentos e de comportamento. A partir desses dados, nós começamos a traçar as estratégias para atingir suas metas e assim, chegar ao objetivo principal.

Ao darmos prosseguimento ao Coaching, o cliente recebe tarefas que favorecem o foco contínuo e a disciplina para conseguir conquistar seu objetivo.

O Coaching pode trazer mudanças rápidas no comportamento e nos padrões de pensamento já na primeira sessão com foco no objetivo do cliente e caso o cliente tenha interesse em ter resultados mais abrangentes e mudanças maiores em sua vida, ele pode optar por fazer um acompanhamento a longo prazo comigo.

Aliados à técnica do Coaching, também ofereço aos meus clientes, meus conhecimentos sobre lingüística, gestalt-terapia e metafísica.

No Coaching, focamos os principais temas:

Vida afetiva:
- Conseguir novos relacionamentos afetivos, sejam eles de amizade e amorosos;
- Como melhor interagir em seu círculo social;
- Melhorar o relacionamento familiar;

Vida profissional:
- Mudança de emprego;
- Inserção no mercado de trabalho;
- Como lidar com as dificuldades no seu ambiente de trabalho;
- Aprimoramento de suas capacidades profissionais.

Autoconhecimento:
- Aprimoramento da comunicação em relacionamentos profissionais e afetivos;
- Segurança e autoconfiança;
- Tristeza e depressão;
- Ansiedade;
- Autoestima;
- Timidez;
- Fobias.

Coaching sobre diferenças socioculturais

Se você e sua empresa está buscando ampliar seus horizontes para contatos internacionais, eu ofereço o Coaching direcionado às diferenças culturais entre brasileiros e estrangeiros. Ensino como melhor se relacionar, com base na linguagem, comportamento e respeito da formalidade entre uma cultura e outra.

Palestras

Apresentação e debate sobre temas abordados em meus artigos para empresas e pequenos grupos, como relacionamentos, objetivos na vida pessoal e na vida profissional, bem-estar e padrões de acontecimentos.

Para ter mais informações sobre os temas trabalhados por mim, acesse o link dos meus artigos. (http://www.personare.com.br/revista/autor/5/bruna-rafaele)

Workshops

No workshop, nós abordamos os mesmos temas das palestras, sendo que ele é composto de uma palestra interativa, em que há a exposição do assunto em conjunto com a reflexão dos participantes em busca de um equilíbrio entre “ser” e “agir”, em busca da melhora dos relacionamentos.

Site http://www.brunarafaele.com.br/
Link onde se encontram todos os meus artigos publicados é: http://www.personare.com.br/revista/autor/5/bruna-rafaele/materias&rowsPerPage=20&orderField=3&page=1


Luís Delgado